Kléber Pereira faz dois e Santos bate o Cruzeiro

Time da Vila Belmiro ganha em casa por 2 a 0 e está perto de deixar a zona de rebaixamento

Tercio David, estadao.com.br

24 de agosto de 2008 | 17h51

Kleber Pereira mais uma vez mostrou que pode ser o homem-gol santista e marcou os dois gols da vitória do Santos, por 2 a 0, sobre o Cruzeiro, neste domingo, pela 22.ª rodada do Brasileirão. O camisa igualou-se a Alex Mineiro, do Palmeiras, como o artilheiro do campeonato, com 15 gols.Veja também:  Kléber Pereira diz que vitória embala para o clássico   Resultados e classificação da Série A  Faça a sua aposta no Bolão Vip do Limão   Bate-Pronto: O Grêmio começa a cair - opine sobre a rodada  O Santos conseguirá evitar a queda para a Série B?Com a vitória, apenas a quinta no campeonato, o Santos chegou a 22 pontos, mas ainda segue na zona de rebaixamento. Já o Cruzeiro, segue com 39 pontos e perdeu a vice-liderança para o Palmeiras, que chegou a 40 pontos.Próxima rodada, o Santos encara o clássico contra o São Paulo, no Morumbi, no domingo. No mesmo dia, o Cruzeiro recebe o Coritiba, no Mineirão.DEVAGAR O primeiro tempo foi de muita luta e poucas oportunidades de gol, principalmente por que as duas equipes erraram muitos passes no meio-de-campo.  SANTOS 2 Douglas, Wendel, Domingos, Fabiano Eller e Carleto; Rodrigo Souto (Dionísio), Roberto Brum, Bida      e Michael (Molina); Cuevas (Wesley) e Kléber Pereira Técnico: Márcio Fernandes  CRUZEIRO 0 Fábio; Elicarlos     , Thiago Heleno, Léo Fortunato e Jadílson (Carlinhos); Fabrício     , Henrique, Marquinhos Paraná (Fernandinho) e Gérson Magrão; Guilherme e Wanderley (Bruno) Técnico: Adílson Batista Gols: Kleber Pereira, aos 44 minutos do primeiro tempo e aos 34 minutos do segundo tempo.Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)Renda: Não disponívelPúblico: Não disponívelEstádio: Vila Belmiro, em Santos (SP)No único lance certo da primeira etapa, saiu o gol. Aos 41, Rodrigo Souto recebeu bom passe pela direita, invadiu a área e cruzou baixo. Kleber Pereira foi mais esperto que o marcador e tocou de esquerda, sem chance para o goleiro Fábio.No segundo tempo, a apatia geral continuou. Agora vencendo, o Santos pouco se preocupou em atacar e intensificou a marcação sobre o Cruzeiro. O time mineiro, por sua vez, muito lento na saída de jogo, não conseguiu se livrar da marcação santista. Mostrando um pouco mais de vontade em campo, o Santos ameaçou aos 16. Michael bateu escanteio, a zaga cruzeirense ficou só olhando e Fabiano Eller apareceu sozinho na pequena área e cabeceou incrivelmente para fora.O golpe de misericórdia do Santos foi ao 34. Molina, que havia entrado pouco antes no lugar de Michael, fez grande lançamento na área para Kleber Pereira, que matou bonito no peito e bateu cruzado, sem chance para Fábio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.