Kléber Pereira marca dois e Santos bate o Guarani por 3 a 1

Santistas vencem 'duelo dos desesperados' e escapam da zona de rebaixamento do Campeonato Paulista

Rafael Argemon, estadao.com.br

21 de fevereiro de 2008 | 22h23

Em noite inspirada de Kléber Pereira, o Santos conseguiu, nesta quinta-feira, uma importante vitória por 3 a 1 sobre o Guarani, resultado que tira os comandados de Emerson Leão da zona de rebaixamento do Paulistão. Veja também: Classificação Calendário / Resultados  Kléber Pereira diz que sinal vermelho segue aceso Sofrendo com campanhas muito fracas, Santos e Guarani buscavam a vitória a qualquer custo para fugir da 'degola'. Para tal, Emerson Leão apostou no esquema 4-3-3, com a estréia do argentino Trípodi no ataque, ao lado do jovem Wesley e de Kleber Pereira. Desesperadas, ambas equipes partiram para o ataque desde o primeiro minuto de partida. O Guarani fazia estrago pelas pontas, com Juliano e Fábio Pinto, já o Santos apostava na constante movimentação de seu trio de ataque. Porém, nenhum dos times concluía contra a meta adversária com perigo, e foi no primeiro chute a gol que os donos da casa conseguiram abrir o placar. Aos 16 minutos, o lateral-direito Denis fez um ótimo cruzamento e Kléber Pereira, esperto, tocou de primeira no contrapé de Gisiel. Após o gol santista, as equipes continuaram cometendo os mesmos erros nos passes antes da finalização contra a meta adversária, mostrando bem porquê os times estão indo tão mal na competição.  Mas quando tudo se encaminhava para que se terminasse a primeira etapa com os donos da casa vencendo por 1 a 0, Kléber Pereira escapou pela direita e chutou cruzado, a bola passou por Gesiel e sobrou para Wesley, que sozinho junto à trave esquerda da meta bugrina, só teve o trabalho de dar um leve toque para ampliar o marcador. Santos3Fábio Costa; Denis, Adailton, Betão e Carleto; Marcinho Guerreiro    , Rodrigo Souto e Molina (Paulo Henrique); Wesley (Quiñones), Kléber Pereira     e Trípodi (Tiago Luís)Técnico: Emerson LeãoGuarani1Gisiel; Lucas     (Henrique), Danilo Silva, Xandão e Roque (Jônathas); João Paulo, Roger Bernardo    , Marcinho e Paulo Santos; Fábio Pinto (Andrezinho) e JulianoTécnico: Jair PicerniGols: Kleber Pereira aos 16 minutos do primeiro tempo e aos 28 do segundo tempo; Wesley aos 46 do primeiro tempo; Paulo Santos, de pênalti, aos 10 do segundo tempoÁrbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do AmaralRenda: 43.685,00Público: 3.469 pagantesEstádio: Vila Belmiro Para o segundo tempo, com o objetivo de deixar sua equipe mais ofensiva, Jair Picerni fez duas mudanças: Andrezinho no lugar de Fábio Pinto e Jônathas substituiu Roque. Os novos jogadores acabaram não aparecendo muito, mas o time se mostrou disposto a tomar uma atitude, tanto que até os oito minutos já haviam conseguido duas finalizações boas contra a meta de Fábio Costa, sendo que uma delas bateu no travessão do gol santista.   Um minuto depois veio o prêmio aos esforços bugrinos. Marcinho ganhou de Marcinho Guerreiro e o santista acabou comete ndo o pênalti. Paulo Santos bateu bem e diminuiu para o Guarani: 2 a 1. O Santos pouco produzia na etapa final, mas Kleber Pereira, em grande noite, resolveu sozinho qualquer preocupação santista após o gol dos visitantes. Aos 28, o atacante ganhou da zaga adversária, driblou Gesiel e tocou para dentro das redes da meta do Guarani. E mesmo sem empolgar e contra um adversário fraco, o Santos fez bem usa lição de casa, conquistando uma importante vitória e conseguindo sair da tão temida zona de rebaixamento, já o Guarani volta a ser atormentado pelo fantasma da Série A-2.

Tudo o que sabemos sobre:
Santos FCGuaraniPaulistão A-1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.