Kleber reafirma ligação com Palmeiras e diz que fica

O atacante Kleber reafirmou, nesta sexta-feira, a sua forte ligação com o Palmeiras e enfatizou que não tem planos de deixar o Palestra Itália. O jogador, que assinou um contrato de cinco anos com o time quando foi contratado pela segunda vez pelo clube, voltou a assegurar que só sairá da equipe se for desejo da diretoria palmeirense.

AE, Agência Estado

17 de dezembro de 2010 | 13h28

Kleber admitiu, porém, que o seu futuro está nas mãos do Palmeiras e não depende apenas de sua vontade. "Não penso em sair. Se tiver alguma coisa (proposta), não chegou até mim... Se for bom para o Palmeiras, nenhum jogador é inegociável. Se chegar uma proposta, o Palmeiras sabe o que faz", ressaltou o jogador, em entrevista para a TV Bandeirantes.

O atleta também voltou a minimizar os atrasos nos pagamentos dos salários, que ele ainda está esperando receber em 2010. "A diretoria sabe que deve dois meses de salário, já foi falado isso, mas a gente sabe que a diretoria vai pagar. A diretoria tem dificuldade de pagar em um ou outro mês, mas isso é normal. Outros clubes também passam por isso e isso será resolvido o mais rápido possível", afirmou.

E, ao mesmo tempo em que falou de salários atrasados, Kleber preferiu ser realista ao comentar sobre a sonhada contratação de Ronaldinho Gaúcho, do Milan, que interessa ao Palmeiras. "Eu não sei se é possível, é um nome muito importante, que seria legal, mas eu não me iludo. A gente tem que ser mais contido e é difícil de trazer um jogador desse nível. Gostaria de jogar com o Ronaldinho, porque teríamos um time muito forte com ele, mas sabemos que é difícil trazê-lo", admitiu.

BONECOS - Kleber falou sobre sua situação no Palmeiras nesta sexta-feira durante o evento que serviu para lançar bonecos em miniaturas dele próprio e de dois outros ídolos do clube: o goleiro Marcos e o meia Valdivia.

O criado para homenagear Kleber exibe a caricatura do jogador com um escudo, que é o próprio símbolo do Palmeiras, e uma clava de um gladiador, apelido pelo qual o atacante é conhecido pelos torcedores palmeirenses.

Ao falar sobre a homenagem feita a ele pelo clube, o jogador afirmou: "Espero que possa retribuir esse carinho com um título no ano que vem. Espero que as pessoas comprem o bonequinho. É uma homenagem legal, bacana, o Valdivia deve estar muito feliz também, assim como o Marcos".

Valdivia, por sua vez, é retratado em seu boneco como um verdadeiro mago, apelido com o qual ganhou fama com a camisa do Palmeiras.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasKléber

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.