Kléber volta a reclamar de esquema tático palmeirense

SÃO PAULO - O empate deste domingo, diante do São Paulo, não foi o resultado esperado pelos palmeirenses. Mesmo com um jogador a mais em boa parte do segundo tempo - Alex Silva foi expulso -, a equipe não conseguiu a virada. Para o atacante Kléber, o esquema tático tem sido um problema do time.

AE, Agência Estado

27 de fevereiro de 2011 | 20h27

"Fica difícil do jeito que a gente joga, com dois pontas, mas é assim que pedem pra gente jogar. Temos jogador que pode fazer gol, mas tem de jogar. O Adriano fez 16 gols pelo Bahia. Com ele em campo fica melhor. Quanto mais gente na frente, mais fácil fica. Com dois jogadores abertos dificulta mesmo", declarou, voltando a criticar a forma como Luiz Felipe Scolari o tem escalado.

Ainda de acordo com o jogador, a expulsão do zagueiro são-paulino foi fundamental para o Palmeiras chegar à igualdade no placar. "Depois que o Alex Silva foi expulso, a gente foi melhor e criamos mais chances. Antes o jogo estava parelho", analisou.

Apesar da rispidez da partida, que teve muitos lances faltosos e discussões entre os jogadores, Kléber afirmou que não viu maldade de nenhum atleta. "O jogo foi bom, equilibrado. O campo estava encharcado, teve falta para os dois lados e não vi maldade. Não tenho reclamação de ninguém", concluiu.

Veja também:

link Em jogo cheio de emoções, São Paulo e Palmeiras ficam no 1 a 1 no Morumbi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.