Kleina contém euforia e diz que falta muito ao Palmeiras

A segunda vitória consecutiva aumenta as esperanças de o Palmeiras escapar do rebaixamento no Campeonato Brasileiro, mas o técnico Gilson Kleina ressaltou que não há qualquer espaço para euforia no elenco. O treinador destacou a boa atuação da equipe na vitória por 3 a 0 sobre a Ponte Preta, na noite de sábado, no Pacaembu, pela 27ª rodada, mas lembrou que o time ainda tem muito trabalho pela frente, tanto que ainda nem deixou a zona de descenso.

AE, Agência Estado

30 de setembro de 2012 | 13h22

"Deu certo essa marcação mais avançada e surgiram os gols. Essa euforia fica, no máximo, até amanhã (domingo). Vamos deixar um pouco de lado esse campeonato e focar na (Copa) Sul-Americana, retomar esse espírito de hoje (sábado). Ganhamos, mas temos mais 11 guerras pela frente e temos que sair dessa situação. A equipe competiu hoje. Tivemos momentos em que oscilamos, mas soubemos marcar. Mesmo jogando dentro de casa, nós utilizamos os contra-ataques. O Bruno também participou bem. O time inteiro foi bem", afirmou.

Para Kleina, a forte marcação imposta pelo Palmeiras sobre a Ponte Preta foi decisiva para o triunfo. "Na estratégia de hoje, era importantíssimo intensificar a marcação no campo do adversário, tínhamos que ter essa precaução. A Ponte Preta é organizada para contra-atacar. Nós fizemos a marcação no ataque e recuperávamos a bola mais perto do gol. Porém, nós não podemos fazer isso em todos os jogos. O mais importante foi o posicionamento da equipe e a vibração dos atletas, isso foi o diferencial", disse.

Kleina também agradeceu o apoio do torcedor palmeirense, que encheu o Pacaembu na noite de sábado. "É muito legal ver a torcida apoiar os jogadores. A equipe jogou com intensidade e devemos isso à torcida também. Com essa massa a favor, os jogadores vão adquirindo uma ferramenta que é muito importante para nós: a confiança. Nesse momento, temos que fazer o apelo. Aonde formos jogar, nós precisamos do apoio dos torcedores", completou.

Com a vitória sobre a Ponte Preta, o Palmeiras chegou aos 26 pontos no Campeonato Brasileiro, na 18ª colocação. A equipe volta a entrar em campo nesta terça-feira, às 21h45, quando receberá o Millonarios, da Colômbia, em duelo válido pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.