Alex Silva/Estadão Conteúdo
Alex Silva/Estadão Conteúdo

Kleina conversará com Luis Felipe sobre possível saída

Lateral-direito, que tem contrato até março de 2014, pode estar acertado com o Benfica

Daniel Batista, Agência Estado

09 de outubro de 2013 | 12h21

SÃO PAULO - O técnico Gilson Kleina deve conversar com o lateral-direito Luis Felipe nesta quarta-feira para saber a real situação do jogador com o Palmeiras. O contrato do atleta termina em março de 2014 e ele é cobiçado por outros clubes. Antes da partida contra o Figueirense, foi divulgada a informação que ele teria acertado com o Benfica, mas o empresário do atleta, Guilherme Miranda, garante ainda não ter nada sacramentado.

"Também chegou para mim a notícia do acerto com o Benfica. Vamos conversar com ele e temos de ser francos: como ele tem contrato até março, tem de cumprir da melhor maneira, respeitando a lesão (nas canelas). Precisamos entender o que passa na cabeça do Luis. Ele é um menino espetacular e entendo que a diretoria está fazendo a coisa certa neste momento (negociando a renovação de contrato)", disse o treinador.

O presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, disse não acreditar na possibilidade do jogador ter acertado um contrato com o Benfica, por causa da boa relação entre os clubes. "Até agora é especulação. O Benfica é um clube que reputo muito sério e conheço o Luis Felipe. Como não nos procuraram, prefiro acreditar que jamais tomariam uma atitude antiética de assediar um jogar sob contrato. Ele tem vínculo até março de 2014", disse o dirigente, que se aproximou da diretoria do clube português após as negociações para contratar o atacante Alan Kardec e o meia Felipe Menezes.

Luis Felipe não atuou nas últimas duas partidas por estar com inflamação nas canelas. A previsão de Kleina é que o lateral esteja em condições de jogo na sexta-feira, para enfrentar o Guaratinguetá, em Londrina, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.