Kleina defende zagueiro de erro na derrota para o Icasa

O assunto no Palmeiras após a derrota por 1 a 0 para o Icasa foi a falha no lance que originou o gol do time da casa. Marcelo Oliveira chutou a bola em cima de Marcos Vinícius e na sequência da jogada, Juninho Potiguar abriu o placar. Ao final da partida, o técnico Gilson Kleina defendeu o zagueiro, que saiu ainda no intervalo.

DANIEL BATISTA, Agência Estado

16 de outubro de 2013 | 08h25

"Foi o Marcelo que chutou a bola. Não vamos jogar nas costas do garoto o lance. Sei que todo mundo vai lembrar desse jogo, mas eu tirei o Marcos Vinícius porque eu precisava mandar a equipe para o ataque", disse o treinador. Marcelo Oliveira negou que a culpa tivesse sido da dupla de zaga. "Não temos de botar culpa em ninguém. Todos perdem e ganham juntos. Isso é um grupo", destacou o volante.

Marcos Vinícius fez apenas sua segunda partida no time principal do Palmeiras. A primeira foi na derrota por 6 a 2 para o Mirassol, no Campeonato Paulista, quando marcou um gol contra em menos de um minuto de jogo. O garoto tentou minimizar o lance. "Foi uma infelicidade nossa e faltou comunicação. Estávamos bem no lance, mas a bola resvalou e sobrou para o adversário. Foi uma fatalidade."

O elenco do Palmeiras volta para São Paulo na tarde desta quarta-feira e já inicia os trabalhos visando a partida contra o Bragantino, em Bragança Paulista. Juninho, expulso contra o Icasa, será desfalque. Henrique, Eguren e Valdivia voltam após defenderem suas seleções nacionais e Charles retorna após cumprir suspensão.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasSérie B

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.