Evelson de Freitas/Estadão
Evelson de Freitas/Estadão

Kleina elogia a falta de vaidade no elenco do Palmeiras

SÃO PAULO - O técnico Gilson Kleina acredita que um dos maiores motivos do sucesso do Palmeiras na disputa da Série B é a falta de vaidade do elenco, que, mesmo sendo extenso e com muitos jogadores tendo poucas oportunidades entre os titulares, não teve nenhuma insatisfação registrada até agora.

DANIEL BATISTA, Agência Estado

26 de julho de 2013 | 16h50

"Tentamos não permitir as vaidades. Sempre que trabalhei em uma situação em que a ambição pessoal transcendeu a profissional, deu errado", alertou o treinador, mostrando estar satisfeito por sentir que tem o grupo nas mãos.

Gilson Kleina disse que entende o fato de um atleta ficar chateado por não jogar e vê isso como algo positivo, mas espera que a situação não faça criar desavenças internas. "Todos têm vontade de jogar e isso é bom, mas temos de respeitar a equipe que está passando por um grande momento. Temos de frisar isso para todos. Quem não está jogando, não pode entrar em zona de conforto e achar que a oportunidade nunca vira", avisou.

Para o jogo contra o Guaratinguetá, neste sábado, no interior paulista, Gilson Kleina vai manter praticamente o mesmo time que derrotou o Figueirense na rodada passada da Série B. A única alteração é a entrada do zagueiro Henrique, que cumpriu suspensão.

Assim, o time vai a campo com Fernando Prass; Luis Felipe, André Luiz, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Charles, Wesley e Valdivia; Leandro e Vinicius. E jogadores recém-contratados, como o meia Mendieta e o atacante Alan Kardec, ficam aguardando uma oportunidade no banco de reservas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasGilson Kleina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.