Felipe Rau / Estadão
Felipe Rau / Estadão

Kleina fecha treino da Ponte Preta e promete surpresas contra o Atlético-GO

Equipes se enfrentam neste sábado, às 21h, no Moisés Lucarelli

Estadão Conteúdo

15 de setembro de 2017 | 19h51

Como tem feito nos últimos jogos, o técnico Gilson Kleina fechou os portões para o treino tático realizado nesta manhã de sexta-feira, desta vez no próprio gramado do estádio Moisés Lucarelli. Além de trabalhar a parte tática, a comissão técnica também exigiu bastante dos jogadores nos lances de bola parada, tanto no setor defensivo como ofensivo.

Kleina acredita que se corrigir alguns erros dos últimos jogos, principalmente na marcação, poderá ter uma produção mais positiva diante do Atlético-GO, neste sábado, às 21 horas, em Campinas, pela 24.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Este foi o único treino visando este compromisso. A delegação retornou do Recife na madrugada de quarta para quinta-feira. Houve até uma movimentação leve na quinta-feira à tarde, mas treino mesmo, só este tático. Depois disso, o grupo iniciou o regime de concentração.

Ainda sob pressão no cargo, Gilson Kleina não quis revelar a escalação do time, mas deve apresentar alguma surpresa. A expectativa é por um time mais ofensivo, com dois volantes - Naldo e Fernando Bob - e dois nomes técnicos - Renato Cajá e Emerson Sheik. O primeiro tem entrado aos poucos no time porque ficou 40 dias fora por contusão no joelho. O segundo foi poupado da derrota por 3 a 1 para o Sport, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa sul-americana.

A dúvida está para o ataque. Em princípio, o garoto Felipe Saraiva deve ser mantido. Ele tem 19 anos, é formado na base e marcou seu primeiro gol como profissional diante do Sport. Lucca seria o comandante de ataque, com Léo Gamalho ficando como opção no banco.

"Este é um jogo de decisão para nossas vidas, porque sabemos que precisamos vencer" comentou Kleina ainda pressionado pela campanha irregular do time. A Ponte Preta tem 28 pontos, ocupa a 13.ª posição e, em tese, é favorita diante do lanterna Atlético-GO, com apenas 19 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.