Ciro Campos/Estadão
Ciro Campos/Estadão

Klinsmann afirma que viagens vão atrapalhar o desempenho dos EUA

Os norte-americanos vão percorrer 14.326 quilômetros de ônibus e avião durante a Copa

Jamil Chade, Enviado Especial - O Estado de S.Paulo

13 de janeiro de 2014 | 08h15

ZURIQUE - Os Estados Unidos se queixam das distâncias que terão de percorrer na Copa do Mundo no Brasil e o técnico Jurgen Klinsmann já admitiu que os trajetos podem afetar o desempenho do time. Em declarações ao Estado, o presidente da Federação Americana de Futebol, Sunil Gulati, não deixou dúvida de que o assunto das sedes no Brasil incomoda.

"Vai ser mesmo um problema. Mas o problema é justamente que não temos nada que possamos fazer", lamentou Gulati, que também é membro do Comitê Executivo da Fifa.

Um levantamento feito pelo Estado e publicado na semana passada sobre o percurso (ida e volta) que cada equipe fará a partir do CTS escolhido para disputar os três jogos da fase de grupos mostra que os Estados Unidos ganharão a maior quantidade de "milhagem" da competição.

Os norte-americanos escolheram o CT da Barra Funda, do São Paulo, para treinar e se concentrar, mas o sorteio os colocou para jogar em Natal, Manaus e Recife, fazendo com que o time tenha de percorrer 14.326 quilômetros de ônibus e avião.

Nos cálculos dos americanos, porém, entrou ainda a questão de segurança. Potenciais alvos de ataques terroristas, a federação dos EUA teve de fazer exigências extras nesse sentido e nem todos os locais indicados pela Fifa tinham como atender.

Para minimizar o impacto das viagens, os EUA farão toda sua preparação para a Copa fora do Brasil e disputando amistosos em casa. A chegada ao Brasil ocorrerá apenas no último momento.

Já a Alemanha, que caiu no mesmo grupo dos EUA, optou por uma outra fórmula: está erguendo seu próprio CT na Bahia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.