Klinsmann dá 'atestado' para americanos assistirem jogo

A entidade máxima do futebol nos Estados Unidos, a US Soccer, arrumou um jeito bem-humorado de convocar os norte-americanos a torcerem pelo país nesta quinta-feira, em partida decisiva na Copa do Mundo, contra a Alemanha, marcada para às 13 horas, no Recife. O Twitter oficial da organização publicou uma foto com uma carta assinada pelo técnico da seleção, Jürgen Klinsmann, nos moldes de um atestado, autorizando os torcedores a faltar ao trabalho para ver o jogo.

AE, Agência Estado

26 de junho de 2014 | 10h58

O "documento" começa com um pedido de dispensa do trabalho nesta quinta-feira para uma pessoa a ter o nome preenchido. Curiosamente, o apelo patriótico parte de Klinsmann, treinador alemão que foi um dos maiores jogadores da história da seleção da Alemanha, sendo, inclusive, campeão mundial em 1990 como titular do time. Ele entrou na brincadeira e reproduziu a foto em sua própria conta no Twitter, pedindo que os norte-americanos vistam a camisa da equipe.

O texto é endereçado a chefes com o objetivo de convencê-los a liberar seus funcionários. "Eu entendo que essa ausência pode reduzir a produtividade no seu ambiente de trabalho, mas garanto que é por uma boa causa. O time masculino de futebol dos Estados Unidos tem um jogo decisivo contra a Alemanha e precisaremos de total apoio da nação se quisermos avançar à próxima fase. Aliás, você deve agir como um bom líder e também tirar um dia de folga. Vamos, Estados Unidos!", diz a carta.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2014futebolAlemanhaKlinsmann

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.