Klinsmann elogia atuação dos reservas da Alemanha

Depois da sofrida vitória sobre a Polônia por 1 a 0, nesta quarta-feira, o treinador da seleção alemã, Jürgen Klinsmann, enalteceu o desempenho dos jogadores reservas. O único gol da partida foi anotado pelo atacante Oliver Neuville após passe de David Odonkor. Ambos entraram em campo apenas na etapa final."Isso mostra que temos um banco de grande qualidade, que nos dá tranqüilidade para superar qualquer partida", analisou o ex-atleta. Ele se mostrou convencido de que sua equipe foi melhor no confronto, apesar do placar magro. "Ao longo do jogo fomos claramente superiores. Foi uma partida como esperávamos. Sabíamos que ia ser difícil e que teríamos que trabalhar. Mas em nenhum momento nos entregamos", acrescentou.Klinsmann também comentou que não ficou preocupado devido à forte marcação dos poloneses. "Naturalmente, quando se ataca permanentemente e o gol não chega vem o desespero, mas me alegro que tenhamos marcado no último minuto, porque a equipe merecia isso", discursou o comandante, que está muito confiante em seu elenco. "Eu e meus jogadores temos certeza de que podemos bater qualquer adversário". Após duas vitórias na Copa de 2006, Klinsmann declarou que só a liderança do Grupo A interessa. "O público foi fantástico, foi uma festa. Temos de terminar a primeira fase em primeiro lugar para voltar a este estádio (Westfalenstadion) nas semifinais", disse o treinador. Os donos da casa pegam o Equador na última rodada, na próxima terça-feira (20), em Berlim.O meia Michael Ballack também disse que gostou da atuação da Alemanha. "No segundo tempo melhoramos e mostramos nossa melhor condição física. Sempre estivemos pressionando o gol adversário. Logicamente que foi questão de sorte marcar o gol tão tarde, mas merecíamos isso", comentou o meia, que não havia participado do confronto de estréia por causa de uma lesão na panturrilha direita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.