Klinsmann fica surpreso com gols relâmpagos da Alemanha

Muito criticado pela imprensa e pelos torcedores antes do início da Copa do Mundo, o treinador da seleção alemã, Jürgen Klinsmann, disse neste sábado estar "muito orgulhoso" da sua equipe após conquistar a classificação às quartas-de-final - a vaga foi garantida após vitória sobre a Suécia por 2 a 0, em Munique. "Estou orgulhoso de vê-los jogar, é uma maravilha, estão progredindo a cada jogo", comentou o ex-jogador, campeão mundial em 1990 (Itália). "Foi fantástico o que a equipe fez hoje (sábado). Os jogadores fizeram um confronto num ritmo muito elevado e com muita vontade. Nosso objetivo era pressionar os suecos desde o início, mas não sabía que iríamos conseguir marcar dois gols tão rápido", completou.Segundo Klinsmann, os seus comandados entraram muito concentrados na partida e por isso não tiveram dificuldades para garantir a vaga. "Tentamos manter a tranqüilidade desde o princípio para aplicarmos a tática correta. Agora, os jogadores acreditam que podem conseguir algo", disse o técnico, se referindo ao título do torneio. "A forma que começamos a partida foi brilhante. Mas o pênalti perdido por Larsson (no início do segundo tempo) também nos ajudou".O treinador também comentou sobre o próximo confronto que os alemães terão pela frente no Mundial. Os anfitriões irão enfrentar o vencedor do jogo entre Argentina e México. "Teremos um grande obstáculo, mas não temos medo, sim respeito. Somos absolutamente capazes de alcançar as semifinais. Já enfrentamos os dois na Copa da Confederações (2005). Empatamos com os argentinos (2 a 2, na primeira fase) e conseguimos um dura vitória sobre os mexicanos (4 a 3, nas disputa do 3º colocado). Com isso, teremos uma partida difícil pela frente", analisou.Sobre o sucesso da equipe, Klinsmann disse acreditar que a mescla entre atletas jovens e veteranos é o segredo do sucesso. "A boa comunicação entre eles é fundamental. Os mais experientes, como Ballack e Bernd Schneider, ajudam muito os garotos. Temos um bom espírito de equipe".Já o atacante Lukas Podolski, 21, também ficou muito feliz com o resultado. "Nós sabíamos que seria uma partida difícil. Então fizemos dois gols e isto nos deu confiança", disse jogador, autor dos dois tentos e recém contratado pelo Bayern de Munique junto ao Colônia. "Desde que a Copa começou nós estamos crescendo. Contribuí para a vitória, mas foi o time todo que ganhou, e não somente eu", completou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.