Klinsmann pode ter dar explicações no Parlamento alemão

A exemplo do Brasil, onde todos opinam sobre o trabalho do técnico da seleção, a Alemanha também se altera quando a equipe nacional entra em campo, ainda mais com a proximidade da Copa, que será realizada em casa. Após a derrota humilhante para a Itália por 4 a 1, em Florença, no meio da semana passada, alguns parlamentares alemães resolveram se intrometer o tema e estão defendendo a apresentação do técnico Jürgen Klinsmann perante a Comissão de Esportes do Parlamento para dar "explicações" sobre seu trabalho à frente da seleção.Segundo o jornal alemão Bild, membros da Comissão, como o especialista em esportes da CDU, Norbert Barthle, acreditam que o Bundestag tem de saber como Klinsmann planeja superar a crise e tentar ganhar o Mundial. "Seria bom, se o senhor Klinsmann explicasse para a Comissão quais são seus conceitos e como ele quer se tornar campeão do mundo. O Estado alemão é o maior patrocinador da Copa, portanto deveria receber algumas respostas", declarou. Apesar de ter o apoio de outros políticos, a idéia de Barthle parece não ter futuro. O presidente da Comissão, Peter Dankert, do SPD, descartou a convocação do treinador. "Isso é uma idéia de bêbado", declarou o parlamentar ao site do Bild."Nós näo somos nenhum tribunal para o qual o senhor Klinsmann tenha de dar explicações." Outro que também rejeita a convocação de Klinsmann, ao lado de Dankert, é o político da CDU, Bernd Heynemann, também membro da Comissão de Esportes e um ex-árbitro. "Se alguns membros querem aproveitar para se auto-promover, isto já é uma outra história."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.