Paul Ellis/AFP
Paul Ellis/AFP

Klopp descarta a possibilidade de contratar Messi para o Liverpool: 'Sem chance!'

Treinador afirma que as cifras de uma possível transferência afastam qualquer chance de contratar o jogador do Barcelona

Redação, Estadão Conteúdo

28 de agosto de 2020 | 12h03

O mundo do futebol está na expectativa da confirmação de uma notícia que vai agitar o mercado de transferências neste verão europeu. O craque argentino Lionel Messi está próximo de sair do Barcelona, mas o seu destino não será o Liverpool. Quem garante é o técnico alemão Jurgen Klopp, que declarou nesta sexta-feira que o atacante não faz parte dos planos do atual campeão do Campeonato Inglês.

"Interesse? Sim, quem não quer o Messi no seu time? Mas sem chance! Os números não são para nós", disse o treinador do Liverpool, fazendo referência ao gasto para ter o camisa 10 do Barcelona. "Mas... É um bom jogador", completou, dando risada.

Desde o início da semana, quando começaram os rumores sobre a saída de Messi do Barcelona, vários clubes surgem como candidatos a contar com o argentino. Um deles é o Manchester City, do técnico espanhol Pep Guardiola, um dos maiores rivais do Liverpool. Klopp já começou a imaginar como será enfrentar o jogador na Inglaterra.

"Seria ainda mais difícil vencê-los, o que já era muito difícil. Para a Premier League (Campeonato Inglês) seria ótimo ter o melhor jogador do mundo na liga. Não tenho certeza se a Premier League precisa de um impulso, mas com certeza seria um impulso. Seria interessante vê-lo. Eu gostaria de vê-lo. Mas não tenho certeza se irei", afirmou.

Neste sábado, o Liverpool fará o seu primeiro jogo oficial na temporada 2020/2021. No estádio de Wembley, em Londres, encara o Arsenal pela Supercopa da Inglaterra. Klopp confirmou que o zagueiro holandês Virgil van Dijk estará em campo depois de se recuperar de uma pancada na cabeça sofrida em um amistoso contra o Red Bull Salzburg, da Áustria, na semana passada.

A respeito das movimentações do Liverpool no mercado de transferências internacionais, que só será encerrado no começo de outubro, o técnico manteve a cautela. "Há um longo caminho a percorrer até 6 de outubro. Vamos ver quanto podemos ou queremos gastar, esse tipo de coisas", completou Klopp.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.