Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Phil Noble/Reuters
Phil Noble/Reuters

Liverpool x Flamengo: Van Dijk pode desfalcar o time inglês na final do Mundial

Técnico Jurgen Klopp faz mistério e não confirma a presença do zagueiro holandês na decisão

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de dezembro de 2019 | 20h55

Aliviado pela difícil vitória sobre o Liverpool sobre o Monterrey por 2 a 1, nesta quarta-feira, que classificou oo time inglês para a final do Mundial de Clubes da Fifa, em Doha, no Catar, o técnico alemão Jurgen Klopp resolveu fazer mistério sobre a utilização do zagueiro holandês Virgil van Dijk na partida deste sábado contra o Flamengo. O defensor foi um dos poupados da partida contra os mexicanos. Saiba onde assistir à final do Mundial.

"(Deixá-lo fora do jogo) Foi uma decisão fácil porque ele não conseguiu treinar. Dois dias antes, passou alguns minutos em campo, depois que a imprensa saiu, mas saiu porque não estava se sentindo bem. Hoje (quarta-feira) de manhã não pôde treinar e não poderia jogar. Foi difícil a reposição, mas nos saímos bem. Não sei quanto tempo ele precisa para se recuperar, mas vamos aguardar", disse Klopp, em entrevista coletiva após a classificação à final.

Sobre o Flamengo, o treinador revelou que ainda não fez todas as observações que quer, apesar de ter visto o jogo do rival brasileiro contra o Al Hilal, da Arábia Saudita, no dia anterior. "Jogo difícil, muito difícil. Assistimos ao jogo de ontem (terça-feira) e vamos assistir a outros. Um jogo importante, mas não é só isso. Somos oponentes diferentes, mas é assim", afirmou.

"Análise será feita amanhã (quinta-feira). Vou fazer análise e pensar no nosso oponente. Só posso dizer agora com base em uma partida. Não posso falar mais, precisamos falar sobre três ou quatro jogos. A torcida deles está aqui fazendo festa, obviamente têm muitos aqui. Importante para eles, para nós também", completou o alemão.

Klopp admitiu que ficou preocupado com o risco de o Liverpool ter de jogar uma prorrogação contra o Monterrey. O gol da vitória, marcado pelo atacante brasileiro Roberto Firmino, só saiu aos 45 minutos do segundo tempo.

"Eu estava temendo uma prorrogação. Tivemos que fazer algumas mudanças, tínhamos algumas opções. Queríamos até fazer outras mudanças, deixamos Bobby (Roberto Firmino) e Sadio (Mané) de fora porque nos dão oportunidade quando o jogo não está decidido. Firmino marcar foi ótimo, ajudou muito Mané, causou perigo ao adversário. Nós mantivemos o objetivo, insistimos, faz parte do jogo. Você não consegue planejar um gol assim. Foi lindo. Não vi a bola entrar pois tinha muita gente na frente. Vi a reação do goleiro. Foi ótimo", finalizou.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.