Ed Sykes/Reuters
Ed Sykes/Reuters

Klopp minimiza nova derrota do Liverpool, mas cobra evolução para jogo com o City

Treinador fica preocupado com revés em amistoso às vésperas da decisão da Supercopa da Inglaterra

Redação, Estadão Conteúdo

29 de julho de 2019 | 13h48

Um dia depois de o Liverpool ser derrotado por 3 a 0 pelo Napoli, em Edimburgo, na Escócia, e acumular o quarto jogo seguido sem vitória nesta pré-temporada, o técnico Jürgen Klopp minimizou nesta segunda-feira o peso do novo revés, mas cobrou evolução do time na decisão da Supercopa da Inglaterra, neste domingo, no estádio de Wembley, em Londres, onde enfrentará o Manchester City a partir das 11 horas (de Brasília).

Antes deste amistoso contra a equipe italiana, os atuais campeões europeus foram superados pelo Borussia Dortmund, por 3 a 2, e também pelo Sevilla, por 2 a 1, após ter empatado por 2 a 2 com o Sporting em partidas realizadas nos Estados Unidos. Entretanto, o treinador alemão lembrou que a sua equipe atuou desfalcada de seus principais jogadores, incluindo o trio de ataque formado por Roberto Firmino, Mané e Salah.

O brasileiro não participou desta excursão do Liverpool por ter defendido a seleção de Tite na última Copa América, assim como o senegalês e o egípcio ficaram fora deste período de preparação porque atuaram pelas suas respectivas equipes nacionais na Copa Africana de Nações.

"Eu não quero encontrar desculpas antes de nós jogarmos (a final da Supercopa da Inglaterra), mas tivemos uma pré-temporada completamente diferente (de outras). Nós jogamos uma pré-temporada sem seis jogadores, então eu não posso sentar aqui e dizer: 'Isso (a sequência ruim de resultados) deve ser um aviso para nós'. Isso seria completamente louco", ressaltou Klopp, em entrevista coletiva.  

Nesta sua pré-temporada, o Liverpool obteve vitórias apenas sobre Tranmere Rovers e Bradford City, adversários modestos da terceira e quarta divisões da Inglaterra, respectivamente, antes de amargar a série de quatro jogos sem triunfos. E nesta semana fechará este período de preparação para o ciclo 2019/2020 do futebol europeu em Evian, na França, sendo que ainda fará um amistoso na quarta-feira contra o Lyon, em Genebra, na Suíça, como último teste antes de encarar o Manchester City.

E Klopp qualificou nesta segunda-feira este período de preparação na cidade francesa como "a mais importante semana da pré-temporada" e destacou que espera ver, no domingo, uma atuação muito melhor do que a exibida na derrota para o Napoli em Edimburgo. "Não defendemos os contra-ataques muito bem ontem, nós perdemos a bola em momentos errados e não nos protegemos como deveríamos. Se isso acontecer contra o City, você não tem chance, mas nos conhecemos bem o suficiente e pelo tempo suficiente para saber que será diferente no próximo domingo", completou.

O comandante do Liverpool também procurou tirar o peso que uma possível derrota para o rival dirigido por Pep Guardiola teria para a sua equipe na jornada 2019/2020 futebol europeu. "Se ganharmos será bom, mas se vocês (jornalistas) querem saber se o resultado deste jogo (de domingo) terá influência na nossa temporada, sinceramente eu acho que não", disse o alemão. "É ao longo de uma temporada que devemos demonstrar algo, não em um só jogo", reforçou.

Depois de encarar o City neste domingo, o Liverpool vai focar a sua estreia na próxima edição do Campeonato Inglês, marcada para o dia 9 de agosto, contra o Norwich, em casa. Atual vice-campeão nacional, o clube vai voltar a lutar contra o jejum de títulos da competição, conquistada pela equipe pela última vez em 1990.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.