Peter Powell/EFE
Peter Powell/EFE

Klopp pede para os torcedores do Liverpool não abandonarem time

Técnico ficou surpreso ao ver torcida deixar o estádio aos 37 do 2º

MARTYN HERMAN, REUTERS

09 de novembro de 2015 | 14h16

A torcida do Liverpool sempre canta "You'll Never Walk Alone" (você nunca andará sozinho), mas faltou solidariedade no Anfield na derrota por 2 x 1 para o Crystal Palace, no domingo, pelo Inglês, de acordo com o técnico Juergen Klopp.

O ex-técnico do Borussia Dortmund estava acostumado com o incessante apoio dos torcedores alemães, mesmo com atuações ruins, como em sua última temporada, mas o fato de torcedores do Liverpool deixarem o estádio quando o Crystal Palace liderava a partida com 10 minutos para o fim deixou o alemão chocado.

"O gol ocorreu aos 37 do segundo tempo. Faltando doze minutos para o final (oito minutos mais os acréscimos), e vi muitas pessoas deixando o estádio. Virei e as vi saindo", disse Klopp. "Me senti muito sozinho naquele momento!", acrescentou.

Apesar de muitos apontarem a Liga Inglesa como a melhor do mundo, a atmosfera na maior parte dos jogos na Alemanha é incomparável. Cantar é quase obrigatório e todos os fãs levam com orgulho bandeiras ou cachecois do clube para as partidas - hábito que parece estar morrendo no futebol inglês.

A cultura inglesa pode demorar um pouco para ser adaptada por Klopp, que claramente não tem medo de ser sincero.

O ex-defensor do Liverpool Phil Thompson é simpático ao técnico que está tentando reformular o clima no estádio Anfield.

"Acho que todos deveriam estar lá, vendo o time... Acho que ele está tentando dizer aos torcedores 'é, estamos juntos e vocês, os torcedores, podem ter um papel fundamental', para que isso não aconteça na próxima vez", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
FUTINGLESLIVERPOOLKLOPP*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.