Phil Noble/Reuters
Phil Noble/Reuters

Klopp pede que torcida do Liverpool tenha respeito pelo time da Roma

"Somos conhecidos no mundo todo pelo ambiente que criamos nos estádios. Então, não precisamos arremessar nada no ônibus da Roma"

Estadão Conteúdo

23 de abril de 2018 | 12h50

O técnico Jürgen Klopp pediu à torcida do Liverpool que tenha respeito pelo time da Roma, adversária da equipe inglesa nesta terça-feira, pela ida das semifinais da Liga dos Campeões. O clube inglês está sendo investigado pela Uefa por conta do incidente com o ônibus do Manchester City no duelo das quartas de final.

+ Confira a classificação do Campeonato Inglês

"Este é um clube de futebol e uma família tão fantásticos. Somos conhecidos no mundo todo pelo ambiente que criamos nos estádios. Então, não precisamos arremessar nada no ônibus da Roma. Por favor, mostrem respeito a eles", pediu o treinador, na entrevista coletiva desta segunda, véspera da partida.

A preocupação do treinador se deve ao comportamento da torcida no jogo anterior da Liga dos Campeões, no Anfield Road. Torcedores arremessaram garrafas, latas e sinalizadores no ônibus que levava o Manchester City até o estádio. A Uefa denunciou o clube inglês pelos atos da torcida. Klopp, no dia, disse estar "envergonhado" pelo comportamento da torcida.

"Somos oponentes apenas no gramado. Todo mundo sabe como é incrível a cidade de Roma e nem todos sabem como Liverpool é maravilhosa. E poderemos mostrar isso a todos em apenas 20 minutos", disse o treinador, referindo-se ao trajeto da delegação da Roma entre o hotel e o estádio, nesta terça.

Ele convocou a torcida para fazer uma bela festa no Anfield. "Nossos fãs conseguem criar uma das atmosferas mais especiais do mundo do futebol. Poderá ser ainda mais bonita do que contra o Manchester City. Vamos tentar. São momentos especiais e, se você não consegue curtir momentos como esse, há algo de errado com você", disse o técnico, se dirigindo aos torcedores do time inglês.

Sobre o rival, Klopp disse ver semelhanças entre as duas equipes, que eliminaram favoritos nas quartas de final. O Liverpool despachou o Manchester City com duas vitórias e a Roma bateu o Barcelona. Além disso, ambos perderam jogadores importantes no decorrer da temporada europeia.

"Perder Mo Salah não é fácil [para a Roma]. Nós perdemos Philippe Coutinho, o que também não foi nada divertido. Temos coisas em comum. A Roma tem o meu respeito e, se alguém acha que somos os azarões, quem liga?", disse o treinador. A outra semifinal vai reunir Real Madrid e Bayern de Munique.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.