Ronald Wittek/ EFE
Ronald Wittek/ EFE

Klopp quer Liverpool 100% focado no PSG e nega surpresa com equilíbrio no grupo

Time inglês tem dois confrontos decisivos em seguida, mas treinador pede para elenco pensar apenas no compromisso pela Liga dos Campeões

O Estado de S.Paulo

27 de novembro de 2018 | 15h23

A temporada ainda nem chegou à metade, mas o Liverpool encara nesta semana jogos decisivos para as suas pretensões na Liga dos Campeões da Europa e no Campeonato Inglês. Nesta quarta-feira, o desafio será contra o Paris Saint-Germain, em Paris, pela quinta e penúltima rodada da fase de grupos da competição continental, e no domingo o compromisso será o clássico local contra o Everton, no estádio Anfield Road, pelo torneio nacional.

O técnico do time, o alemão Jürgen Klopp, afirmou nesta terça-feira que quer o Liverpool 100% focado no Paris Saint-Germain, pois uma derrota pode deixar o clube muito perto da eliminação na Liga dos Campeões, na qual é o atual vice-campeão. "Não me recordo de uma semana em que temos que pensar muito em como disputar cada partida decisiva. Mas não podemos ficar pensando no segundo jogo agora. Temos que focar o primeiro e isso já é grande o bastante. É um grande trabalho a fazer", afirmou.

O Grupo C é um dos mais equilibrados da Liga dos Campeões. Napoli e Liverpool lideram com seis pontos casa, o Paris Saint-Germain tem cinco e a surpresa Estrela Vermelha conquistou quatro. Também nesta quarta-feira, os napolitanos recebem o sérvios no estádio San Paolo, na Itália.

Klopp não vê surpresa alguma neste equilíbrio na chave. "A situação de agora (na chave) é o que as pessoas gostariam de ver mais na Liga dos Campeões. Geralmente são dois times favoritos e os outros dois disputam a vaga na Liga Europa. Mas na nossa chave não é assim. Está tudo em aberto e nós ajudamos com nossas vitórias em casa e derrotas fora", analisou o treinador.

Para a partida no estádio Parque dos Príncipes, Klopp relacionou 21 jogadores. Entre eles está o atacante senegalês Sadio Mané, que era dúvida por estar gripado.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.