PHIL NOBLE/REUTERS
PHIL NOBLE/REUTERS

Klopp rasga elogios a Roberto Firmino no Liverpool: 'Vão escrever livros sobre ele'

Treinador alemão destaca importância tática do brasileiro e diz que atacante é fundamental para fazer companheiros brilharem

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de outubro de 2021 | 15h35

Roberto Firmino voltou a jogar pelo Liverpool não faz muito tempo, recuperado de um contusão muscular. No domingo, apesar de não ter feito gol na goleada por 5 a 0 sobre o Manchester United, em Old Trafford, o brasileiro recebeu muitos elogios do técnico Jürgen Klopp. O treinador alemão vê o brasileiro como peça importante no esquema do time, fazendo um papel de "falso 9" importante para os companheiros brilharem e para o time vencer jogos. Esse belo trabalho tático estará em futuros livros na visão do comandante.

"Mo (Mohamed Salah) recebe muita atenção e com razão, mas Bobby (Roberto Firmino), para pessoas com conhecimento de futebol... tenho certeza que quando ele parar de jogar, elas escreverão livros sobre como ele interpretou a posição de falso nove", previu o treinador, sem esconder sua satisfação e alegria com a colaboração do brasileiro ao longo das partidas.

"Não digo que inventou ou nós inventamos, mas do jeito que ele joga, de vez em quando parece isso!", seguiu. "O que ele fez contra o United é coisa de louco. Ele é a ligação de todas as jogadas, faz gols, é o melhor 'marcador ofensivo' que eu já vi."

Além de participar de todas as jogadas ofensivas do Liverpool, o brasileiro ainda ajuda na marcação quando o time é atacado. O sacrifício em campo é reconhecido por Klopp, que já chegou a barrá-lo para escalação de Diogo Jota e agora faz de tudo para tê-lo o máximo de tempo em campo.

"Ele é obviamente um bom jogador de ligação e finaliza de vez em quando também. Então, sim, Bobby (Firmino) sabe o quanto apreciamos o que ele está fazendo e talvez isso seja um pouco mais importante", finalizou Klopp.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.