Klose: Argentina teve azar de cruzar agora com a Alemanha

O atacante da seleção da Alemanha, Miroslav Klose, deu o tom, durante entrevista coletiva nesta quarta-feira, do grau de confiança da sua equipe para a partida contra a Argentina, na sexta, em Berlim, pelas quartas-de-final da Copa do Mundo. "Eu considerava a Argentina a maior favorita para ganhar o título antes do início do Mundial. No entanto, agora eles tiveram a infelicidade de pegar a Alemanha, que está melhor", contou o jogador, atual artilheiro do torneio com quatro gols.Confiante também no seu futebol apresentado até o momento - além dos gols, já deu três assistências para companheiros -, Klose avisou que não tem mais medo dos zagueiros adversários. "São eles que têm de se preocupar comigo. No estado em que me encontro, não tenho que me esconder de nenhum zagueiro rival", desafiou.Quem não mostra muita alegria no elenco alemão é o goleiro Oliver Kahn. Melhor da Copa de 2002, o atual reserva da seleção não descarta a intenção de se aposentar após o Mundial da Alemanha. "Tenho mais dois anos de contrato com o Bayern de Munique e pretendo cumpri-lo. Estou chateado com a situação e vou deixar para pensar sobre isso depois da Copa. Pensava em encerrar a carreira como titular neste Mundial", disse Kahn, que já está com 37 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.