Kobe Bryant visita centro de treinamento de futebol de em Soweto

Bryant comemorou seu quinto título da NBA ajudando a aumentar a conscientização sobre HIV/AIDS

29 de junho de 2010 | 08h01

Em sua primeira visita ao continente africano, o pentacampeão Kobe Bryant associou-se à NIKE Inc. (NYSE: NKE), a maior empresa de produtos de futebol do mundo, para uma visita ao Centro de treinamento de futebol localizado no coração de Soweto, África do Sul, para ajudar a inspirar futuros campeões.

 

Veja também:

especial CRONOLOGIA: Copa, dia a dia

tabela TABELA - Jogos | Classificação | Simulador

 

O centro recém-concluído vai oferecer anualmente a vinte mil jovens jogadores de futebol a oportunidade de desenvolverem seu talento e ainda terem acesso à instrução sobre HIV/AIDS por meio da programação de desenvolvimento das habilidades de vida para o futebol.

 

"Embora o basquete seja o meu esporte preferido, sempre fui fã de futebol. Portanto, estar na África do Sul pela primeira vez e ver como a Nike está utilizando o esporte para inspirar os jovens e oferecer instrução sobre o HIV/AIDS é maravilhoso", disse Kobe Bryant. "É evidente que este centro ajudará as crianças a se manterem longe de problemas e a aprimorarem suas habilidades esportivas, além de permitir que tenham as condições necessárias para viverem melhor e sem o HIV", destacou o atleta.

 

O centro faz parte do compromisso da Nike com as comunidades da África do Sul, que começou há 15 anos. E segue também a recente parceria da empresa com a (RED) para alavancar o poder do esporte na luta contra o HIV/AIDS na África por meio da campanha Lace Up, Save Lives. Quando alguém compra um par de cadarços (NIKE)RED, a Nike contribui com dinheiro para programas de apoio que oferecem instrução e tratamento médico local na África, aproveitando o poder do esporte para mobilizar jovens do mundo todo na luta contra a AIDS.

 

Além da visita ao centro, Bryant mostrou sua dedicação pessoal no combate ao HIV/AIDS ao ostentar cadarços (NIKE)RED na quadra de basquete. Os cadarços são a peça central da campanha da Nike Lace Up, Save Lives.

 

Realizada em parceria com a (RED), a iniciativa oferece às pessoas a oportunidade de comprar cadarços (NIKE)RED e, em troca, a Nike contribui com 100 % de seu lucro para apoiar programas que oferecem instrução e tratamento médico para HIV/AIDS na África.

 

Na África do Sul, Kobe também visitou o Life Center, um dos arranha-céus mais emblemáticos de Johanesburgo e local da ambiciosa instalação da Nike para o torneio. Com 30 andares e 138 metros de altura, o edifício exibe uma tela de LED interativa do tamanho de quase meio campo de futebol. Vinculada à campanha Escreva o futuro, a instalação da Nike permite que os torcedores enviem mensagens pessoais aos atletas, através do Facebook.com/nikefootball.com, Twitter, Facebook, Mxit (África do Sul) e QQ (China). A cada noite mensagens são selecionadas e transformadas em animações digitais dos jogadores que são projetadas na enorme tela, para que toda a cidade possa ver.

 

 

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.