Koeman faz história na Holanda ao assumir Feyenoord

O técnico Ronald Koeman foi confirmado nesta quinta-feira como novo técnico do Feyenoord. Ele assinou contrato por uma temporada com o clube e, com isso, colocou seu nome na história do futebol holandês. É a primeira vez que alguém terá passagem pelas três grandes equipes do país (Feyenoord, Ajax e PSV) como jogador e treinador.

AE-AP, Agência Estado

21 de julho de 2011 | 11h36

"Não preciso dizer que o Feyenoord é um clube esplendido para eu retomar minha carreira de treinador", declarou Koeman, que estava desempregado desde que sua passagem pelo AZ Alkmaar se encerrou em dezembro de 2009. "Com os jogadores e todo clube eu tenho a ambição de mostrar que podemos fazer muito mais do que temos mostrado", completou.

O holandês assumirá o lugar de Mario Been, que deixou o clube neste mês, após os jogadores afirmarem que haviam perdido a confiança em seu trabalho. Been liderou a campanha do Feyenoord que terminou com uma décima colocação no campeonato nacional.

Koeman terá ao seu lado o recém-aposentado Giovanni van Bronckhorst como auxiliar. O novo comandante do clube holandês iniciou sua carreira como treinador no Vitesse, passou por Ajax, Benfica, PSV e Valencia, antes de chegar ao AZ Alkmaar.

Como jogador, atuava na zaga e ficou famoso pelo gol de falta marcado na decisão da Liga dos Campeões da Europa de 1992, diante da Sampdoria, que deu o título ao Barcelona. Além do clube espanhol, ele atuou pelo Groningen, onde iniciou a carreira, antes de passar por Ajax, PSV e Feyenoord.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFeyenoordRonald Koeman

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.