John Sibley/Reuters
John Sibley/Reuters

Koeman lamenta por Holanda cair no grupo da Alemanha nas Eliminatórias da Euro

Técnico minimiza resultados recentes pela Liga das Nações e vê alemães como grandes rivais na chave

Estadão Conteúdo

02 Dezembro 2018 | 16h46

O técnico da seleção holandesa, Ronald Koeman, lamentou o fato de a Holanda ter caído no mesmo grupo da Alemanha no sorteio das Eliminatórias da Eurocopa de 2020, realizado neste domingo, em Dublin, na Irlanda, embora os seus comandados tenham conquistado uma boa vitória (3 a 0) em casa e um empate (2 a 2) em solo alemão, recentemente, em dois confrontos entre os países pela Liga das Nações da Uefa.

"Eu não fiquei feliz porque eles (alemães) são fortes, eles eram a seleção mais forte do segundo pote (do sorteio), mas a Alemanha também não ficou feliz de saber que enfrentará a Holanda, eu acho", afirmou o treinador, em entrevista à Uefa.

O sorteio deste domingo também definiu que a Holanda terá pela frente ainda a Irlanda do Norte, a Estônia e a Bielo-Rússia no Grupo C do qualificatório para a Eurocopa. "Eu acho que o resto do sorteio é aceitável, mas com os alemães será uma boa luta. Nós sabemos que será difícil derrotá-los. Mas o desenvolvimento de nossa seleção é muito positivo e nós estamos ansiosos", reforçou.

O técnico da Alemanha, Joachim Löw, exibiu cautela ao projetar o reencontro com a Holanda nas Eliminatórias da Euro. Também presente ao sorteio realizado em Dublin, ele negou que seja uma vantagem voltar a encarar a rival ao enfatizar que "as duas seleções se conhecem muito bem".

"Os dois jogos que fizemos (na Liga das Nações) foram interessantes e jogados em um bom nível, tanto em Amsterdã quanto em Gelsenkirchen, foi empolgante. A Holanda tem um bom time, com grandes jogadores, e é por isso que estamos ansiosos para enfrentá-los", disse.

As Eliminatórias da Eurocopa de 2020 contam com 55 seleções divididas em dez chaves, das quais sairão duas classificadas de cada uma, 20 ao todo, para disputar o torneio continental - os outros quatro países escolhidos sairão de um mata-mata a ser disputado entre os campeões das quatro divisões da Liga das Nações.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.