Koeman se diz orgulhoso, apesar da demissão no Valencia

Ronald Koeman disse estar orgulhoso dotrabalho que realizou no Valencia, após ter sido demitido doclube espanhol com apenas seis meses de trabalho. O ex-jogador da seleção holandesa, que ainda tinha doisanos de contrato com a equipe, foi informado da demissão nanoite de segunda-feira, 24 horas após seu time ter sido goleadopor 5 x 1 pelo Athletic de Bilbao. "Estou indo, orgulhoso por ter conquistado um título daimportância da Copa do Rei e quero destacar que ganheiexperiência mas perdi algo que estava muito animado", disseKoeman em comunicado. O Valencia conquistou seu sétimo título da Copa do Rei naúltima quarta-feira, ao vencer o Getafe por 3 x 1 na final, masa conquista foi um raro momento de alegria na turbulentatemporada do clube espanhol. Koeman chegou no início de dezembro para substituir QuiqueSánchez Flores, que foi demitido devido à má fase da equipe naLiga dos Campeões, mas apenas quatro pontos atrás do líder RealMadrid no Campeonato Espanhol. Desde então o time entrou em queda livre, tendo ficado emúltimo em seu grupo na Liga e atualmente 33 pontos atrás doReal no Espanhol. (Por Mark Elkington)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.