Kroenke compra Arsenal por US$ 1,2 bi

Americano já é dono de times da NBA, da NHL, da NFL e da Major League Soccer

MATT SCUFFHAM, REUTERS

11 de abril de 2011 | 12h52

LONDRES - O Arsenal está se preparando para se tornar o quinto clube da Liga Inglesa a ter um dono norte-americano depois que o magnata dos esportes Stan Kroenke fez um acordo para uma aquisição do clube por 731 milhões de libras (US$ 1,2 bi).

O bilionário Kroenke, que já detém cerca de 30 por cento das ações do clube londrino, disse nesta segunda-feira que ofereceu aos acionistas 11,750 libras por ação e que já tinha a aprovação de Danny Fiszman, dono de 16,1% das ações, e de Nina Bracewell-Smith, que possui 15,9% do clube.

Ele agora controla 63% do Arsenal, e sob as regras de aquisição, ele é obrigado a fazer uma oferta para comprar o restante das ações.

O magnata do setor de aço Alisher Usmanov é o outro grande acionista do clube, com 27% através de sua empresa Red and White, mas não quis comentar sobre seus planos.

Kroenke, de 63 anos, que tinha uma fortuna de US$ 2,9 milhões em 2010 segundo a Forbes, já é dono de diversos times de esportes nos Estados Unidos, incluindo o Denver Nuggets da NBA, os Colorado Avalanche da NHL, o St. Louis Rams da NFL, e os Colorado Rapids, da Major League Soccer.

"O Arsenal é um clube fantástico com uma história especial e uma tradição e um técnico maravilhoso, que é o Arsene Wenger", disse Kroenke, em comunicado. "Pretendemos construir uma herança rica e levar o clube a um novo sucesso."

Outros quatro clubes da Liga Inglesa pertencem a proprietários norte-americanos -- o Manchester United, o Liverpool, o Aston Villa e o Sunderland, enquanto o Chelsea, Manchester City, Fulham, Birmingham City e Blackburn Rovers também têm donos estrangeiros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.