La Coruña já sonha com a final da Liga

O Deportivo La Coruña sonha alto, em sua primeira participação na Liga dos Campeões da Europa. O time espanhol acredita na possibilidade até de disputar o título continental, na final marcada para o estádio Giuseppe Meazza, em Milão, no dia 23 de maio. Neste mesmo local, na noite de terça-feira, a equipe dos brasileiros Djalminha, Mauro Silva e Donato empatou com o Milan por 1 a 1 e garantiu vaga nas quartas-de-final da competição interclubes européia. Além disso, provocou a demissão do técnico Alberto Zaccheroni, substituído nesta quarta-feira por Césare Maldini."Foi a primeira vez que joguei lá", reconheceu Donato, 38 anos e há mais de uma década atuando em clubes da Espanha. "Foi um resultado excelente, parecia uma final, mas espero voltar para a decisão verdadeira", emendou o brasileiro, titular do La Coruña e com proposta de renovar por mais um ano, a partir de julho. "Temos boa possibilidade, porque há mais espanhóis no torneio." Donato refere-se ao fato de que Real Madrid, líder do campeonato nacional, e Valencia, terceiro colocado, também terem confirmado vagas na próxima fase da competição continental. O La Coruña é o segundo colocado na Espanha e luta pelo bicampeonato. Real Madrid e Valencia também fizeram a final da Liga dos Campeões do ano passado, em Paris, mas podem encontrar-se agora nas quartas-de-final."O adversário é o que menos importa neste momento", declarou o presidente do La Coruña, Augusto Lendoiro. "Já era um sonho chegar tão longe", reconheceu o dirigente. "Por que, então, não sonhar mais alto e nos imaginarmos na final?" O técnico Javier Irureta é um pouco mais cauteloso e adverte que há sério risco para o La Coruña, se a equipe vier a enfrentar ingleses nas quartas-de-final. "Podemos ter Manchester United ou Leeds pela frente. E isso é bem perigoso", avalia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.