Lahm conta que sonhava com gol na estréia pela Alemanha

A Copa do Mundo da Alemanha começou com um golaço, logo aos 6 minutos de partida: um chute cruzado desferido do bico esquerdo da área, alto, no ângulo do goleiro, indefensável. Mas seu autor, o lateral-esquerdo Lahm, por pouco não fica fora da competição. Ele rompeu os ligamentos do braço esquerdo há duas semanas, passou por cirurgia e só ficou no grupo porque os médicos garantiram ao técnico Jürgen Klinsmann que poderia jogar sem problemas. Nesta sexta, Lahm, que estava em casa - atua no Bayern de Munique - comprovou o acerto dos médicos. Além do belo gol, participou da jogada do terceiro e foi a melhor opção ofensiva do time alemão. Fim do jogo, estava feliz e aliviado. ?É sempre importante começar com vitória, mas devemos muito dela à torcida, que foi o 12.º jogador da Alemanha", disse o lateral, que atuou com uma proteção no braço e foi o único jogador em campo a atuar com camisa de mangas compridas. Ele revelou que pensava na possibilidade de fazer um gol na partida inaugural da Copa desde a noite anterior, quando assistia a um DVD de Michael Jordan junto com Hildbrand, terceiro goleiro alemão. ?Ele disse que eu iria fazer um gol. Fui lá e fiz. Se vejo espaço, avanço e chuto contra o gol adversário, pois tenho qualidade para isso."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.