Tony O'Brien/Reuters
Tony O'Brien/Reuters

Lampard é liberado pelo Derby County e deve acertar transferência para o Chelsea

Ex-jogador da equipe de Londres deve assumir o lugar do técnico Maurizio Sarri, que foi para a Juventus

Redação, Estadão Conteúdo

01 de julho de 2019 | 18h47

A diretoria do Derby County liberou Frank Lampard do comando da equipe nos treinos de pré-temporada nesta segunda e terça-feira para permitir ao treinador mais tempo para negociar uma transferência para o Chelsea.

Em um comunicado, o clube da segunda divisão inglesa afirmou que a intenção é que as negociações "fossem concluídas assim que possível". "Supondo que Frank irá chegar a um acordo com o Chelsea para se tornar seu novo técnico, o clube deve intensificar os seus esforços para encontrar um treinador substituto", informou.

Lampard ganhou três títulos do Campeonato Inglês e da Liga dos Campeões como jogador do Chelsea e é o favorito para substituir Maurizio Sarri, depois de o italiano ter ido para a Juventus, da Itália.

O ex-jogador da seleção inglesa levou o Derby County à final do playoff de acesso à elite da segunda divisão inglesa na temporada passada, em seu primeiro ano de trabalho no cargo, mas foi derrotado pelo Aston Villa. Aos 41 anos, Lampard é idolatrado pela torcida do Chelsea, clube no qual atuou por 13 temporadas.

Se voltar ao time londrino, o ex-meio-campista vai trabalhar com Peter Cech, seu companheiro por vários anos no Chelsea, que assumiu na semana passada o cargo de assessor técnico e de desempenho do clube inglês depois de se aposentar da carreira como goleiro ao final da temporada passada do futebol europeu.

Nesta última temporada, o Chelsea foi campeão da Liga Europa ao derrotar o Arsenal na decisão, por 4 a 1, e terminou o Campeonato Inglês na terceira colocação, atrás apenas de Manchester City e Liverpool. Peter Cech disputou a sua última partida defendendo o Arsenal nesta final contra o seu ex-clube, em Baku, no Azerbaijão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.