Lanterna do returno assusta a Ponte

O Campeonato Brasileiro teve apenas sete rodadas no seu segundo turno, mas já foi tempo suficiente para que os jogadores da Ponte Preta ligassem o sinal de alerta no Estádio Moisés Lucarelli. O time de Campinas conquistou apenas dois pontos dos 21 pontos disputados na segunda metade da competição. Em sete partidas disputadas, a equipe do técnico Abel Braga obteve dois empates e cinco derrotas. O aproveitamento pífio de apenas 9,5% é comprovado pelo fato da Ponte estar há nove jogos sem vencer. A última vitória ocorreu dia 27 de julho, quando, no Ceará, passou pelo Fortaleza por 3 a 2 com três gols do atacante Fabrício Carvalho. O jogador, que naquele dia recebeu o terceiro cartão amarelo, foi para a reserva e não voltou mais ao time. Contra o Paraná, sábado, na Vila Belmiro, Abel confirmou o seu retorno entre os titulares. Os jogadores querem seguir o exemplo do Goiás, que, após lutar contra o rebaixamento, está há 15 jogos sem perder e já ocupa o 13º lugar, com esperança de ficar com uma das vagas à Taça Libertadores da América. Nos mesmos sete jogos, os goianos conquistaram seis vitórias e um empate. Os 19 pontos significam 90,5% de aproveitamento no segundo turno. Na tarde desta quarta-feira, a Ponte fez um amistoso contra o Al Khor, do Catar, dirigido pelo brasileiro Renê Simões. O time campineiro venceu por 3 a 1.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.