Lanterna no returno do Catarinense, Avaí também demite treinador

Após Portuguesa e Ceará, mais um time de destaque do futebol brasileiro anunciou a demissão do seu treinador após os resultados do fim de semana. Último colocado no segundo turno do Campeonato Catarinense, o Avaí comunicou nesta segunda-feira a saída do técnico Raul Cabral.

Estadão Conteúdo

28 de março de 2016 | 17h23

O treinador, de apenas 34 anos, foi interino em duas oportunidades em 2014 e salvou o Avaí do rebaixamento nas últimas quatro rodadas do Estadual do ano passado, após a demissão de Geninho. Depois, reassumiu o time a dois jogos do fim do Brasileirão, não evitou a degola, mas foi mantido no cargo.

Agora, foi demitido por conta da péssima derrota no returno: cinco derrotas em cinco jogos. O Avaí, entretanto, havia ido bem no primeiro turno do Estadual, terminando em segundo - só o campeão de cada turno se classifica à final. A equipe está três pontos acima da zona de rebaixamento (que considera os dois turnos) e foi eliminado na primeira fase da Copa Sul-Minas-Rio.

De acordo com a diretoria, o auxiliar Evando Camillato assume interinamente. No domingo, o Avaí encara o Brusque, fora de casa. Até o fim do Catarinense ainda encara Figueirense, Guarani de Palhoça e Inter de Lages.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa Sul-Minas-Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.