Lanterna se torna esperança da Lusa

O fato de jogar longe da Capital e de seu estádio não preocupa a Portuguesa, que tem neste domingo, às 16 horas, a melhor chance da temporada para deixar a incômoda zona do rebaixamento, que ocupa desde a primeira rodada do Campeonato Paulista. Motivado pela vitória sobre o Palmeiras e enfrentando, no Estádio Walter Ribeiro, o Atlético Sorocaba, um adversário direto, o técnico Gallo não vê chance melhor para o começo da salvação."Temos que aproveitar essa chance para, além de deixar as últimas colocações, manter o moral dos jogadores elevados. Eles precisam disso", explicou. A Lusa é, no momento, a 18.ª colocada, com 10 pontos ganhos. O Atlético tem sete, sendo o lanterna.No Atlético, o técnico Pintado tem uma série de problemas para resolver, a começar pelo gol. Na posição, Velloso deslocou o ombro e está fora do Paulistão. Para seu lugar, Wilson Júnior está de volta, já que era o titular antes da chegada do veterano. O zagueiro Paulão também terá que passar por cirurgia e está fora da competição. Com isso, a defesa se mantém a mesma. No ataque, Luciano Henrique retorna para fazer companhia ao atacante Fabiano.Na Portuguesa, até a lesão do zagueiro Sílvio Criciúma não passou de um susto. O jogador treinou no último coletivo da semana, Sexta-feira, e está confirmado. Ele forma dupla com Altair, já que Pereira fica mais um jogo fora, por punição do TJD. Gallo optou ainda pelo retorno do volante Rodrigo Pontes, que estava suspenso. Rai, expulso contra o Palmeiras está fora.Apesar das suspeitas levantadas pelo Guarani de que a arbitragem estaria favorecendo o Atlético, pelos erros do árbitro no confronto entre os dois, o técnico Gallo preferiu minimizar a polêmica e se disse concentrado no jogo. "Como já disse, confio na Federação. Estou concentrado em preparar bem meu time para o jogo, e só", salientou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.