Bruno Cantini / Atlético-MG
Bruno Cantini / Atlético-MG

Larghi confirma Galdezani e Denílson para encarar a Chapecoense

Atlético-MG tem jogo difícil neste sábado, na Arena Condá

Estadão Conteúdo

05 Outubro 2018 | 21h06

O Atlético-MG encerrou nesta sexta-feira a preparação para encarar a Chapecoense, no sábado, na Arena Condá, pelo Campeonato Brasileiro. Sem os lesionados Cazares e Ricardo Oliveira, o técnico Thiago Larghi confirmou a escalação para o confronto com Matheus Galdezani e Denílson.

"O Atlético vem forte para o jogo. O Denílson precisava de uma oportunidade e, com a ausência do Ricardo, esperamos que ele aproveite. Acreditamos muito nele. O Galdezani está preparado, também tem qualidade, já fez gol, deu assistência. A ausência do Cazares foi uma fatalidade, mas o grupo está forte. Confio muito no grupo que a gente tem", declarou o treinador.

Ricardo Oliveira ficou de fora de boa parte dos treinos do Atlético-MG durante a semana graças a um problema na coxa direita e foi confirmado como desfalque na quinta. No mesmo dia, Cazares sofreu uma lesão na coxa esquerda durante a atividade na Cidade do Galo e também foi vetado.

Emerson também chegou a dar um susto nos treinos, mas vai para campo. Com os desfalques, o Atlético-MG está confirmado para o confronto com: Victor; Emerson, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Zé Welison, Elias e Matheus Galdezani; Luan, Chará e Denílson.

Mesmo com as ausências, Larghi prometeu um time tomando iniciativa contra a Chapecoense. "A gente tenta impor nosso jogo sempre. Respeitamos a Chapecoense, uma equipe competitiva, que terá o apoio da torcida, mas nosso grupo sabe o que precisa fazer, temos um grupo forte e esperamos sair com a vitória", afirmou.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Atlético MineiroThiago Larghi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.