Bruno Cantini / Atlético-MG
Bruno Cantini / Atlético-MG

Larghi critica desatenção do Atlético-MG e admite dificuldades após reformulação

Derrota para o Inter ampliou o desempenho ruim do time após a Copa, com apenas quatro pontos somados em cinco jogos

Estadão Conteúdo

07 Agosto 2018 | 09h46

O técnico Thiago Larghi voltou a culpar a desatenção por um tropeço do Atlético Mineiro no Campeonato Brasileiro, dessa vez a derrota por 1 a 0 para o Internacional, na noite de segunda-feira, no Independência, pela 17ª rodada, e garantiu que tem cobrado os seus jogadores para que esse erro não aconteça mais. 

+ Confira a tabela do Campeonato Brasileiro

Já na reta final do segundo tempo, em uma cobrança de falta rápida, Fabiano lançou Patrick, que tocou de peito para Edenílson. O meio-campista recebeu no meio de três atleticanos e bateu colocado à esquerda de Victor para definir o triunfo do time gaúcho. O lance lembrou outros gols sofridos pelo Atlético-MG em tropeços recentes, como na derrota para o Palmeiras por 3 a 2 e no empate por 2 a 2 com o Bahia, o que causou mais irritação em Larghi. 

"A gente já viu, reviu e treinou, mas infelizmente nosso time se desconcentrou. O pessoal ficou olhando outro lance e eles bateram a falta rápido. Está todo mundo sentido. Estamos mais do que vacinados. Isso já foi visto e treinado para não acontecer. Infelizmente demos bobeira e tomamos o gol", disse o treinador. 

A derrota ampliou o desempenho ruim do Atlético-MG após a Copa do Mundo da Rússia, com apenas quatro pontos somados em cinco jogos. Para Larghi, a reformulação do elenco, que perdeu vários atletas e contratou outros, explica o atual momento difícil da equipe. 

"Estamos lutando. São muitas mudanças acontecendo e isso requer tempo. O Estadual nos deu margem para fazer isso. Agora é uma montagem enfrentando os grandes, onde em uma bobeira você pode ser penalizado", justificou. 

Com a derrota, o Atlético-MG se manteve com 27 pontos, em quinto lugar no Brasileirão. O time voltará a jogar no domingo, quando vai encarar o Santos, novamente no Independência, pela 18ª rodada do torneio.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.