Bruno Cantini / Atlético Mineiro
Bruno Cantini / Atlético Mineiro

Larghi destaca força defensiva do Atlético-MG na vitória sobre o Figueirense

Equipe foca agora no clássico contra o Cruzeiro, que será disputado no domingo

Estadão Conteúdo

01 Março 2018 | 10h06

O Atlético Mineiro sofreu, foi pressionado pelo Figueirense, mas no fim das contas voltou de Florianópolis com a vitória por 1 a 0 no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. O duelo aconteceu no estádio Orlando Scarpelli.

+ Estudioso, Larghi vê Atlético-MG como grande oportunidade da carreira

O técnico interino Thiago Larghi destacou a vontade dos jogadores em campo. "Foi um jogo muito difícil, mas o grupo, o empenho deles, o comprometimento e o desejo de levar a vitória para Belo Horizonte foram fundamentais para a gente conseguir o resultado positivo", analisou.

O time mineiro teve uma postura defensiva em campo. Conseguiu segurar as investidas dos donos da casa e alcançou a vitória em uma das poucas vezes que se arriscou ao ataque. Otero fez o gol que garantiu a vantagem para o jogo de volta, marcado para o dia 14, no estádio Independência.

"O calendário faz com que a gente não tenha tempo para treinar e, nem sempre, a gente consegue executar o melhor futebol. Mas, muitas vezes, a parte defensiva, o comprometimento deles, a garra, a entrega, isso também conquista vitórias e foi isso que o time apresentou", completou Larghi.

O triunfo mantém a boa fase do interino à frente do Atlético e embala a equipe para o clássico contra o Cruzeiro, no domingo, às 11 horas, no estádio Independência, pela nona rodada do Campeonato Mineiro.

Larghi passou a comandar o Atlético logo após a demissão de Oswaldo de Oliveira, em 9 de fevereiro. Ele teve apenas um treino antes da sua estreia e o time perdeu para a Caldense por 2 a 1, em casa.

No entanto, quando Larghi conseguiu dar uma sequência de treinos, o Atlético melhorou em campo e alcançou três vitórias e um empate nos últimos jogos. Venceu América-MG, Botafogo-PB e Figueirense e empatou com o Tupi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.