Lateral-direito é o problema do Juventude

O Juventude começa o segundo turno do Campeonato Brasileiro, nesta quarta-feira, bastante motivado. Os desempenhos nos últimos quatro confrontos - a equipe obteve duas vitórias, um empate e uma derrota - aumentaram a confiança numa campanha mais tranqüila. Atualmente, o clube gaúcho em 20º lugar, com 25 pontos. O primeiro compromisso é contra a Ponte Preta, às 20h30, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.O jogo contra a Ponte no primeiro turno foi marcado por uma polêmica. O time de Campinas ganhou do Juventude por 1 a 0, mas perdeu os pontos no Tribunal por ter usado irregularmente o volante Roberto.O desfalque do técnico Raul Plassmann é o lateral-direito Mineiro, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Como o jogador é o único lateral-direito no grupo, o substituto será improvisado. O mais provável é a entrada do Raone no time, passando o também volante Camazzola para a lateral. Outra alternativa é a utilização do esquema 3-5-2, com Raone na ala-esquerda e o lateral Marcão atuando como zagueiro. O volante Marcus Vinícius seria uma terceira possibilidade.No ataque, Geufer, que tem entrado durante os jogos e marcado gols, pode assumir a posição de Taílson. O meia Hugo, que cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo, volta à equipe. No banco, ficarão três reforços contratados recentemente: os meias Donizete Amorim e Léo Inácio e o centroavante Leonardo Manzi.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.