Lateral-direito Régis é apresentado e já fala em fazer história no Guarani

Jogador chega motivado para 'conquistar acesso e quem sabe título da Série C'

Estadão Conteúdo

17 Agosto 2016 | 19h30

A lateral direita era um dos setores mais carentes do elenco do Guarani no Campeonato Brasileiro da Série C por causa da contusão de Daniel Damião, mas a diretoria se mexeu e nesta quarta-feira apresentou oficialmente Régis para a sequência da temporada. E o novo reforço alviverde chegou ao Brinco de Ouro da Princesa bastante animado.

"Chego motivado para agregar e espero escrever meu nome na história do Guarani, como jogador que conquistou um importante acesso e quem sabe o título da Série C", comentou o lateral-direito, que já defendeu Ponte Preta e Red Bull Brasil, em Campinas (SP).

Régis tem 27 anos e, antes de assinar com o Guarani até o fim de 2016, estava disputando a Série B pelo Luverdense. Além de Ponte Preta e Red Bull Brasil, o lateral-direito, que também pode atuar como meia, defendeu Botafogo-RJ, Portuguesa, São Bernardo e São Bento, entre outros.

Agora, a diretoria tem como prioridade acertar a contratação de um centroavante. Leandrão, do Vasco, foi descartado e um dos nomes sondados é o de Ricardo Bueno, que não vem sendo aproveitado pelo técnico Fernando Diniz no Oeste, de Itápolis (SP). Eliandro, do Bragantino, é outra opção.

Na liderança isolada do Grupo B com 28 pontos, o Guarani volta a campo neste domingo contra o Boa, fora de casa, pela 14.ª rodada da Série C. O zagueiro Leandro Amaro não treinou nesta semana por conta de uma lesão muscular e passou a ser dúvida. Em seu lugar, o técnico Marcelo Chamusca colocou Maurício ao lado de Ferreira, que volta após cumprir suspensão automática. A outra opção é manter Genilson, que atuou no último jogo - vitória sobre o Macaé por 4 a 2.

Mais conteúdo sobre:
serie c guarani Futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.