Lateral do Santo André é preso

O jogador Carlos Roberto, ex-lateral do Corinthians e atualmente no Santo André, está preso e vai aguardar a decisão da Justiça Criminal de Campinas. Ele é acusado de receptação de equipamentos eletro-eletrônicos e permanecerá preso até segunda ordem no CDP - Centro de Detenção Provisória de Hortolândia, cidade vizinha a Campinas, para onde foi transferido no começo da noite desta quinta-feira.Carlos Alberto teria tentado fugir da polícia na ontem à noite, quando simulou uma contusão na partida contra o Etti Jundiaí, pelo Campeonato Paulista da Série A-2. Depois de um choque com o atacante Izaías, do Etti, o lateral se queixava de muita s dores no braço e acabou substituído. O curioso é que ele entrou numa ambulância e sumiu.A diretoria do Santo André divulgou hoje uma nota oficial assegurando que o clube não teve nenhuma participação no ocorrido dentro de campo, garantindo que o jogador foi acompanhado até o hospital e, posteriormente, até a Delegacia Seccional de Santo André, sendo encaminhado depois para a Cadeia Pública de Vila Palmares.Segundo o vice-presidente Celso Luiz de Almeida, "o clube jamais iria desrespeitar uma ordem judicial". O advogado do clube, Domingos Romera, pretende estar em Campinas amanhã (11) para fazer a reiteração do pedido de liberdade provisória da prisão preventiva, uma vez que o jogador preencheria todos os pré-requisitos, como endereço fixo e registro em carteira de trabalho. "Confio no bom senso do juiz Caio Chaves", comentou o advogado, referindo-se ao juiz responsável pela 4ª Vara Criminal de Campinas. O advogado lembrou ainda que espera, ainda nos próximos dias, ter seu pedido de habeas corpus apreciado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. Mas a situação não é tão simples. Dentro do prazo inicial do processo, Carlos Roberto seria ouvido pela Justiça no dia 14 de maio, portanto, na segunda-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.