Rubens Chiri/São Paulo FC
Rubens Chiri/São Paulo FC

Lateral-esquerdo do São Paulo revela proposta do Ajax

Júnior Tavares garante que está focado no Tricolor; diretoria diz que não pretende vender mais atletas

Paulo Favero, O Estado de S. Paulo

13 de junho de 2017 | 11h14

O lateral-esquerdo Júnior Tavares, do São Paulo, revelou ter recebido uma proposta do Ajax, da Holanda. A diretoria vinha negando que tivesse chegado a oferta, mas o próprio jogador deu uma declaração no CT da Barra Funda nesta terça-feira garantindo que o documento já está nas mãos dos dirigentes.

"Chegou para o meu empresário, que passou para o clube. Mas a minha cabeça está no São Paulo, só penso em ajudar neste momento. Quando estiver em campo, vou sempre trabalhar pelos meus companheiros", comentou o atleta, que é titular do time e que tem sido um dos jogadores mais importantes da equipe na temporada.

O Ajax está disposto a pagar cerca de 8 milhões de euros (aproximadamente R$ 29,8 milhões) pelo lateral, que até o ano passado estava emprestado pelo Grêmio e atuava no time sub-20. O técnico Rogério Ceni observou o atleta e pediu ao São Paulo para negociar. O clube comprou 50% dos direitos econômicos por R$ 500 mil e, por contrato, pode adquirir mais 30% por um valor fixo.

"Sempre confiei no meu futebol, com a ajuda da família, amigos e empresários. Desde que o Rogério me ligou dizendo que teria chance na pré-temporada, tenho me esforçado ao máximo no treino e nos jogos. Meu objetivo é ser campeão e vou buscar isso. Aqui no CT, sempre conversamos, o Rogério dá conselhos. É um cara que vou levar para a carreira toda. Dou sempre o meu melhor para corresponder", disse.

O São Paulo já reiterou algumas vezes que não pretende vender mais atletas na temporada. Muitos times da Europa estão de olho nos jogadores do clube e a posição de Júnior Tavares é uma das mais carentes. O único reserva é Edimar, que veio emprestado do Cruzeiro e até hoje não teve uma chance para mostrar seu futebol no time.

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo FCfutebolJúnior Tavares

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.