Rubens Chiri/São Paulo FC.net
Rubens Chiri/São Paulo FC.net

Lateral Léo sofre pancada no tornozelo e deixa treino do São Paulo chorando

Jogador se chocou com o volante Liziero e precisou de ajuda para deixar o gramado

Redação, O Estado de S.Paulo

11 de fevereiro de 2020 | 20h12

O lateral-esquerdo Léo deixou o treino do São Paulo, na tarde desta terça-feira, chorando de dor. O jogador sofreu uma pancada no tornozelo esquerdo em uma dividida com Liziero, no CT da Barra Funda. Ele ainda será avaliado pelo departamento médico do clube nas próximas horas.

Logo após a pancada, Léo recebeu atendimento médico ainda em campo. O jogador não escondeu as dores. Chegou a dar um grito quando levou a pancada. Na sequência, deixou a atividade amparado por companheiros e pelo segurança e até pelo técnico Fernando Diniz, pois não conseguia caminhar sozinho.

Diniz ainda não sabe se poderá contar com o jogador para os próximos dias de treino. Ele passará por exames e será avaliado pelos médicos do clube nesta quarta-feira. Assim, Léo já virou dúvida para o clássico com o Corinthians, no sábado, no Morumbi, em rodada do Paulistão.

A preparação para o confronto, ainda que leve, teve início nesta terça, com a reapresentação do elenco após a derrota para o Santo André, por 2 a 1, no domingo. Como de costume, os titulares fizeram apenas trabalho regenerativo - apenas o goleiro Tiago Volpi esteve em campo, entre os titulares. Já os demais jogadores foram a campo para treino com Diniz, na maioria os reservas.

Em fase final de recuperação física, o zagueiro Bruno Alves chegou a fazer a parte inicial do treino com os demais companheiros. Mas, na sequência, atuou somente com os preparadores físicos. Ele se reabilita de uma entorse no pé direito.

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo Futebol Clubefutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.