Alexandre Vidal/Flamengo
Alexandre Vidal/Flamengo

Rafinha sofre fratura na face e deve desfalcar o Flamengo na quarta

Preocupação com o lateral é para o jogo com o Grêmio, pela Libertadores

Redação, O Estado de S.Paulo

14 de outubro de 2019 | 09h29

O técnico Jorge Jesus deve sofrer mais uma baixa para a sequência do Flamengo no Brasileirão. O lateral-direito Rafinha sofreu uma fratura no rosto, após pancada na partida contra o Athletico-PR no domingo, e deve perder o jogo contra o Fortaleza, na quarta-feira, pela 26ª rodada da competição.

Sem revelar maiores detalhes sobre a condição física do jogador, o Flamengo informou que o jogador "realizou exames que constataram uma fratura na face. Ele será avaliado amanhã (segunda-feira) por um especialista e segue em observação".

O clube cogita a possibilidade de uma operação para corrigir a lesão, de forma a acelerar a recuperação do jogador. Assim, ele poderia estar totalmente reabilitado a tempo de enfrentar o Grêmio no jogo da volta da semifinal da Copa Libertadores, no dia 23 deste mês, no Maracanã.

Rafinha sofreu a pancada que originou a fratura no chamado osso zigomático, na altura da bochecha, em uma dividida com Rony no primeiro tempo da partida disputada na Arena da Baixada, em Curitiba. Ele deixou a partida no intervalo, para a entrada de João Lucas, que deve ser mantido na posição na quarta, na Arena Castelão, em Fortaleza.

Se o desfalque for confirmado, será a terceira baixa por lesão do time carioca. O meia Arrascaeta e o lateral-esquerdo Filipe Luís também se recuperam de problemas físicos. O uruguaio já é desfalque certo para a partida decisiva da Libertadores. O lateral deve estar de volta a tempo de enfrentar o Grêmio.

Para o duelo deste meio de semana, Jorge Jesus também terá as baixas do meia Everton Ribeiro e do atacante Bruno Henrique. Ambos vão cumprir suspensão após terem levado o terceiro cartão amarelo no domingo.

Para Entender

Programação de tv

Veja as principais atrações esportivas do dia

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.