Rubens Chiri/ São Paulo
Rubens Chiri/ São Paulo

Lateral Régis, ex-São Paulo, é confirmado como reforço do CSA-AL

Jogador teve contrato rescindido no Morumbi após problemas pessoais

O Estado de S. Paulo

04 Dezembro 2018 | 16h12

O lateral-direito Régis, que defendeu o São Paulo em parte desta temporada e acabou tendo o contrato rescindido por problemas pessoais, vai reforçar o recém-promovido CSA-AL, que disputará e Série A do Campeonato Brasileiro em 2019. O clube alagoano vem anunciando um pacote de caras novas nos últimos dias, como o zagueiro Luciano Castán, irmão do vascaíno Leandro Castán, e o volante Amaral, que já teve passagem pelo Flamengo.

Régis se destacou pelo São Bento durante o Campeonato Paulista deste ano e chamou a atenção no Morumbi. Foi contratado em março, para ser reserva de Éder Militão. O lateral chegou a ser afastado do time enquanto resolvia questões particulares em junho, tendo o contrato suspenso preventivamente por cerca de um mês - na época, o clube não deu detalhes do motivo da suspensão. Após retornar aos treinos, ele teve oportunidades na equipe titular, mas após novos problemas de disciplina foi novamente afastado, e posteriormente teve o seu contrato rescindido pela diretoria no dia 3 de outubro.

No dia 17 daquele mês, acabou sendo preso após uma tentativa de invasão a um apartamento, em Brasília. De acordo com a polícia, o jogador estaria "completamente transtornado" e tentando forçar a sua entrada no apartamento de uma vizinha. 

Posteriormente, em entrevista ao Globoesporte.com. Régis admitiu ter problemas com álcool e drogas, mas negou ser usuário contínuo. "Muitas coisas que estão sendo ditas são verdadeiras, outras não. Tenho passado por alguns problemas pessoais, que não vejo a necessidade de citá-los", disse, na ocasião.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.