Lateral Rossato vai jogar em Portugal

O lateral-esquerdo Rossato assinou, nesta segunda-feira à tarde, contrato com o Clube Desportivo Nacional, mais conhecido como Nacional da Ilha da Madeira, em Portugal. Seu vínculo terá a duração de três anos. Rossato teve 50% dos seus direitos federativos cedidos pelo Marília, clube pelo qual foi campeão paulista da Série A2 há duas semanas. A negociação foi formalizada pelo presidente do MAC, José Roberto Duarte de Mayo, que conversou demoradamente com Rui A lves, presidente do Nacional que está de volta à Primeira Divisão portuguesa. O Nacional ainda pode ficar com outros dois jogadores do MAC: os atacantes Nei Bala e Sandro Oliveira. Eles supririam a lacuna aberta com a ida de Alex Alves para a Portuguesa. O artilheiro do Paulistão, com 17 gols, estava praticamente negociado com o Nacional. O clube português já acertou com outros dois jogadores brasileiros: o meia Rogerinho, do Bragantino, que assinou por cinco anos, e o meia Ricardinho, revelado pelo Etti Jundiaí, com passagens pelo Joinville-SC, São Paulo e futebol japonês. Por outro lado, dois brasileiros foram descartados: o zagueiro Fransérgio, do Bragantino, e o meia Alexandre Salles, do Mogi Mirim. Não houve acordo para suas contratações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.