Laudo do MP já havia apontado 50 irregularidades na obra do Itaquerão

Documento do ano passado cita problemas no plano de emergência e no detalhamento de plantas

Artur Rodrigues e Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

27 Novembro 2013 | 15h53

SÃO PAULO - As obras do estádio do Itaquerão, em São Paulo, já eram alvo de preocupação do Ministério Público (MP) mesmo antes do acidente desta quarta-feira, quando a queda de uma grua sob a arquibancada matou pelo menos dois operários. O Estado teve acesso a um levantamento do MP realizado em agosto do ano passado que aponta 50 irregularidades técnicas no local da construção da arena do Corinthians.

O promotor José Carlos Freitas, que já conduzia um inquérito sobre o impacto do Itaquerão no entorno, afirma que vai solicitar laudo dos bombeiros sobre o acidente desta quarta-feira. Ele já tinha uma vistoria nas obras marcada para daqui a 20 dias. A Promotoria de Justiça de Habitação e Urbanismo da Capital vai requisitar laudo para apontar as causas e eventual comprometimento na estrutura da construção que possa colocar em risco a integridade física e a vida dos futuros frequentadores da arena.

Entre as 50 irregularidades listadas pelo Corpo de Bombeiros, estão a falta de apresentação do plano de emergência, ausência de detalhamento das plantas, inadequação das saídas de emergência e falhas no plano contra incêndios. Responsáveis pela obra não se manifestaram ainda sobre essa laudo do Ministério Público. 

VEJA O DOCUMENTO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.