Lazaroni não aceita cobranças

O maior problema do Botafogo para sua estréia no returno do Campeonato Carioca, domingo, contra o América, está fora de campo. Nesta sexta-feira, o presidente do clube, Mauro Ney Palmeiro, e o técnico Sebastião Lazaroni tornaram públicas algumas divergências. Palmeiro quer que os jogadores recém-promovidos dos juniores tenham mais chances na equipe principal e que Lazaroni inicie uma reformulação no time. O treinador rebateu, dizendo que já vem fazendo isso e acrescentou que a diretoria do Botafogo teria de pôr os salários dos jogadores e da comissão técnica em dia antes de fazer cobranças.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.