Lazio adia pagamento por Sorín

As diretorias de Cruzeiro e Lazio chegaram a um acordo nesta terça-feira sobre o futuro do lateral-esquerdo Sorín. De acordo com a assessoria de imprensa do clube mineiro, o argentino continuará na equipe italiana, que reivindicava uma redução do valor de US$ 9,5 milhões pago pelos direitos federativos do jogador em maio deste ano. Adhemar Magon, executivo da Hicks, Muse Tate & Furst (HMTF), ex-parceira do Cruzeiro e dona de 50% do montante na venda do jogador, recusou a redução. O clube mineiro e o executivo, no entanto, aceitaram o adiamento do pagamento da primeira parcela, de US$ 3,5 milhões, vencida em 30 de julho, conforme solicitou Sergio Cragnotti, presidente da Lazio. Segundo Valdir Barbosa, assessor de imprensa do Cruzeiro, US$ 1 milhão será pago em novembro e US$ 2,5 milhões em janeiro de 2003. O restante da dívida será quitada no próximo ano e em 2004, conforme previsto anteriormente. As datas, porém, ainda não foram definidas.

Agencia Estado,

27 Agosto 2002 | 20h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.