Lazio é denunciada por racismo pela 4ª vez na temporada

Time corre risco de jogar suas próximas partidas pela Liga Europa de portões fechados

AE, Agência Estado

25 de fevereiro de 2013 | 16h09

NYON - A Uefa denunciou a Lazio nesta segunda-feira por causa de atos racistas da torcida italiana em jogos da Liga Europa. O time, que enfrenta a quarta acusação deste tipo somente nesta temporada, corre o risco de jogar suas próximas partidas na competição europeia com os portões fechados.

A denúncia mais recente se deve a "comportamento racista" de torcedores durante a vitória sobre o Borussia Moenchengladbach por 2 a 0, no Olímpico de Roma, na quinta-feira. Parte da torcida também teria arremessado objetos em campo. O caso será julgado pelo painel disciplinar da Uefa nesta quarta e avaliará ainda a "organização insuficiente" no estádio.

A nova acusação pode causar muitas dificuldades à Lazio por causa dos precedentes da torcida do time. O clube está passando por um período probatório, de dois anos, por causa de outros atos racistas na competição do ano passado, em jogos contra o Tottenham, dentro e fora de casa, e contra o Maribor.

A Uefa já havia adiado o fechamento do estádio para jogos da Lazio em janeiro deste ano. Com a nova denúncia, o time italiano deve jogar sem torcida já na próxima partida na Liga Europa, no dia 14 de março, contra o Stuttgart. Nesta temporada, a equipe italiana já foi multada em 180 mil euros (cerca de R$ 470 mil).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.