Filippo Monteforte/AFP
Filippo Monteforte/AFP

Lazio faz 3 a 0 na Udinese e se consolida na terceira colocação do Italiano

Time de Roma chega aos 46 pontos e abre três de vantagem para a Inter de Milão

Estadão Conteúdo

24 Janeiro 2018 | 18h10

Em uma partida adiada da 12.ª rodada - causada pelo causa do mau tempo no começo de novembro - nesta quarta-feira, a Lazio aproveitou bem o fato de ter um jogo a menos para se consolidar entre os primeiros do Campeonato Italiano. No estádio Olímpico, em Roma, a equipe derrotou com tranquilidade a Udinese por 3 a 0 e se garantiu na terceira colocação, que hoje daria uma vaga direta na fase de grupos da próxima edição da Liga dos Campeões da Europa.

+ Dzeko marca no final e Roma arranca empate com Sampdoria em jogo adiado​

Com 46 pontos, a Lazio abriu três de vantagem para a Internazionale, que está na quarta posição. A diferença para os primeiros colocados foi reduzida, mas ainda está grande - oito pontos atrás do líder Napoli e sete da vice Juventus. Já a Udinese segue em nono lugar, com 29 pontos.

Neste final de semana, Lazio e Udinese jogarão pela 22.ª rodada do Campeonato Italiano. No domingo, o time de Roma terá um duelo complicado contra o Milan, no estádio San Siro, em Milão - por coincidência, os dois duelarão no mesmo local na quarta-feira seguinte, pela rodada de ida das semifinais da Copa da Itália. A equipe de Údine também atuará como visitante - contra o Genoa, no domingo, em Gênova.

Em campo, a Lazio mostrou superioridade o tempo todo, mas no começo teve dificuldades nas finalizações. Só conseguiu levar perigo mesmo a partir dos 20 minutos e, aos 22, abriu o placar. Após cruzamento da esquerda, o zagueiro Samir, ex-Flamengo, tentou tirar a bola em uma disputa com Parolo e mandou contra o próprio gol.

Na segunda etapa, a Lazio mostrou mais calma no ataque e rapidamente garantiu a vitória. Logo aos dois minutos, o meia brasileiro Felipe Anderson (ex-Santos) armou a jogada pela esquerda, entrou na área e passou para o atacante português Nani apenas completar para o fundo do gol. No final, aos 42, foi avez do ex-santista deixar o seu em um rápido contra-ataque.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.