Leandro Bomfim chega para o São Paulo

"Muita gente não me conhece no Brasil, mas quero trabalhar bem para voltar a ter chances na seleção brasileira." A afirmação do meia-atacante Leandro Bomfim, de 21 anos, nova contratação do São Paulo, resume os objetivos do jogador: ajudar o time a se recuperar no Campeonato Brasileiro, construir uma boa imagem no futebol nacional e ser lembrado pelo técnico Carlos Alberto Parreira. "Não estou passando férias aqui", avisou o meia, contratado por empréstimo de um ano. Revelado pelo Vitória-BA, Leandro foi destaque em todas as categorias de base da seleção. Esteve da sub-15 à sub-20, entre 1999 e 2003. Conquistou o Sul-Americano sub-17, em 2001, e foi eleito o melhor jogador do Mundial da categoria. Porém, a precocidade acabou sendo prejudicial. Com apenas 17 anos, foi vendido para o PSV Eindhoven, da Holanda. "Foi um grande aprendizado. Morei sozinho, aprendi uma nova cultura, uma nova língua", conta. "Mas acabei sumindo para o futebol brasileiro, porque o campeonato holandês não é tão visto quanto o de outros países", admite o jogador. Depois de conquistar o bicampeonato holandês, em 2003/2004 e 2004/2005, foi emprestado ao Porto, de Portugal, no início do ano. Seu estilo não agradou ao treinador holandês Co Adriaanse, que dispensou sete jogadores, antes do Campeonato Português. "Ele também teve problemas com o Léo Lima (hoje no Santos)", conta. RITMO - Leandro Bomfim fez os últimos exames médicos e foi apresentado hoje à tarde no CT da Barra Funda. Ainda não há previsão de quando será aproveitado pelo técnico Paulo Autuori, mas se depender do condicionamento físico, não deve demorar para entrar na equipe. "Estava treinando desde julho, fiz dois jogos na pré-temporada do Porto." Em janeiro, o São Paulo já havia tentado a contratação de Leandro - que também era pretendido pelo Cruzeiro. Os dirigentes tentam acertar ainda amanhã os últimos detalhes da contratação do centroavante Christian. A negociação ainda não foi fechada porque o atacante Diego Tardelli não aceitou ser incluído na troca com o Omiya Ardija, do Japão. Tardelli pretende disputar o Mundial de Clubes, em dezembro. O São Paulo terá de oferecer outro jogador - os japoneses não querem Velber - ou fazer uma compensação financeira. Amanhã, o time viaja para Porto Alegre, onde enfrenta o Internacional, quarta-feira, no Beira-Rio, pela Copa Sul-Americana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.